Luiz ótimo notícias

Sunday, August 20, 2006

A Polícia Militar libertou do cativeiro a artista plástica Raquel Cândida Duarte, de 48 anos, depois que a mãe de um dos criminosos denunciou à polícia que uma mulher estava sendo agredida numa casa abandonada, em Ipê, bairro de Pinheiral, a 97 quilômetros da capital. Vera Lúcia Domingos não sabia que seu filho era o autor do crime. Ayrton Antônio dos Santos, de 18 anos, está foragido. Dois cúmplices dele foram presos.




A história: "Raquel foi seqüestrada na madrugada de ontem. Ela estava com o marido, o empresário José Ricardo Cardoso, no sítio do casal, em Vassouras, quando o local foi invadido por Ayrton. Cardoso foi amarrado e deixado num dos quartos. A artista plástica foi levada no Santana do casal.
No cativeiro, Raquel foi estuprada e espancada. Ela foi atingida com pedradas na cabeça e sofreu traumatismo craniano. Vera Lúcia ouviu os gritos da artista plástica num prédio abandonado e chamou a polícia. Os policiais encontraram Raquel desacordada.
Dois suspeitos foram presos, Mauro Cesar Correia, de 29 anos, e outro homem que ainda não havia sido identificado. Eles confirmaram a participação de Ayrton. Por pouco ele não foi preso.
O rapaz dirigia o Santana roubado por Pinheiral e chegou a ser perseguido pela PM, mas abandonou o veículo e fugiu por um cemitério. Raquel foi levada para o Pronto Socorro de Pinheiral e de lá transferida para o Hospital Vita, em Volta Redonda. Ela está internada na UTI.
Ayrton é sobrinho do caseiro do sítio de Raquel e Cardoso. A mãe dele também já havia trabalhado para o casal como empregada doméstica. Ayrton e o tio não se falam e a polícia não acredita no envolvimento do caseiro. "Esse rapaz é conhecido na cidade por dar problemas, e por ser usuário de drogas. Depois de fazer a denúncia, a mãe dele se arrependeu. Voltou a ligar para a polícia e disse que o filho era trabalhador. Ela ficou desesperada", contou um policial militar. "




A que ponto a violência chegou no Brasil, a própria mãe do marginal, inocentemente denuncia um crime praticado pelo bendito fruto.

Saturday, August 19, 2006

Hoje parei para pensar em diversas situações que estavam deixando-me muito preocupado e, em até certo ponto, triste. Estou com uma sensação que minha vida se estagnou durante um ano e meio, que nenhuma conquista nova fiz, nada de novo aconteceu. Sabe quando voce só sai para os mesmos lugares, com as mesmas pessoas, fazem as mesmas coisas, até comem e bebem o de sempre; um cotidianismo marcado pela falta de opições, pela decadência de lugares e por uma visão fechada do mundo que está em sua volta.
Na verdade, já tinha pensado sobre isso a tempos. Sempre fui uma pessoa de grandes horizontes e diversas escolhas, jamais me limitei aos mesmosafazeres, as mesmas pessoas e uma unica escolha, o de sempre! A mesmisse toma conta do seu espaço, quando você se limita a pequenos interesses, e perde de alguma forma, a vontade de crescer espiritualmente, de viver novas aventuras, conhecer pessoas alheias, um novo amor, uma nova amizade.
Por mais, é dificil voce se afastar dos seus costumes antigos e tentar uma nova maneira de viver. Digo que é uma das tarefas mais dificies pro ser humano. Deixar de encontrar o grande amigo, de ir na praia preferida, assistir ao programa agendado, dançar ao som dos mesmos Dj`s , comer sempre na mesma lanchonete, enfim, viver as limitações próprias do cotidiano.
Mas, quando voce encontra o grande amor da sua vida, a qual tornaria o objetivo de seus atos, o marco da felicidade plena, jamais voce quer se separar, mudar de objetivo, trocar de ambiente, beijos , carinho e amor. Acho que esse é o único motivo pelo qual voce nao deva mudar, esquece-lo, ou simplesmente procurar novos horizontes.
Do resto, viva novas situações, procure novos espaços, dançe novos ritmos, coma em outra lanchonete, vista-se com novas marcas, leia novos e diversos livros, sente-se na sala de aula em outro lugar, ande por diferentes rumos, assista outro canal... mas nao deixe de ser NUNCA, você mesmo!

Wednesday, August 16, 2006

O texto escolhido de hoje é de maneira bem particular e muito sinsera escolhido por motivos de força maior, e pensamentos que obtive após assistir ontem ao filme " ZUZU ANGEL".
O filme em si, exibindo uma grande produção, é sem dúvida um trabalho espetacular, de muita pesquisa, veracidades e emoções fortes vividas pelos seus personagens. O grande elenco formado por: Patrícia Pillar, Daniel Oliveira , entre outros, abrilhantaram ainda mais a produção do filme e o desenrolar das cenas apresentadas.
Mas, nao estou aqui para julgar o desenrolar do filme, as fichas técnicas dos atores, muito menos cenário figurino e gravação; o que me leva a escrever esse "post" são as crueldades vividas pelos prisioneiros políticos que foram torturados nos quartéis federais da organização.
A crueldade descontrolada, a impunição dos assassinos em série, que hoje grande parte, escalam as altas patentes da marinha, exército e aeronáutica, o sofrimento das famílias, e o descaso da jurisdição pública para àqueles crimes ediondos mostram em que país viveram os idealizadores da causa comunista, os que vivem na desordem política e no descumprimento das leis, da ética e da moral cívica, e dos que viverão assolados neste campo vazio de justiça, fé, governantes e esperança de uma vida mais social e igualitária.

Tuesday, August 15, 2006


Com a novela "Páginas da vida" da rede globo de televisão, os brasileiros estão mais afins sobre o assunto que meche com o emocional de todos, ao ver a pequena "CLARA" mostrar seus primeiros sorrizos. A síndrome de Down, doença ocasionada pelo germinamento de um cromossomo a mais na constituição genética, é tema principal da nova novela de Manoel Carlos. Será mostrado o tratamento, o amor da família, o preconceito que ainda assola os portadores da doença, o exercício positivo da APAE, e as conquistas desses pacientes que carregam consigo uma força de vontade surpreendedora de aprender, vencer na vida e se socializar com os próximos.
Concerteza acompanhar os passos a serem mostrados na novela, será de imenso aprendizado para aqueles que ainda têm dúvidas sobre o assunto e, por isso, explana de forma errada a síndrome, assume seu preconceito e nao abre portas para os portadores da doença crescerem no âmbito social.
Deixo registrado aqui meu encanto sobre o trabalho do grande escritor Manoel Carlos e que o assunto seja tratado seriamente e que continue com o intuíto de ensinar os telespectadores, diminuir o preconceito na sociedade brasileira e divulgar o brilhante trabalho da APAE.

Monday, August 14, 2006

O câncer de colo de útero sofrido pelas mulheres de todo mundo, é o terceiro maior caso de câncer em todo Brasil, sendo vencido apenas pelo de pele e o de mama. A boa notícia vem do Food and Drug Administration (FDA, órgão norte-americano responsável pela regulamentação de alimentos e medicamentos). A entidade acaba de aprovar uma vacina preventiva para a doença, a primeira do tipo contra um câncer. "Trata-se de um avanço muito importante. Podemos comparar o surgimento da vacina ao anticoncepcional oral. Vai modificar a história da mulher", relata Bernadete Nonnenmacher, ginecologista do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre (RS), que participou dos estudos para o desenvolvimento da vacina. "É uma vacina de impacto mundial, mesmo em países desenvolvidos onde a prevenção é adequada. Além disso, é preciso frisar que essa é a primeira vacina contra um câncer", explica David Salomão Lewi, médico infectologista do Hospital Israelita Albert Einstein e professor da disciplina de Infectologia da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). A função da vacina é estimular a produção de anticorpos para cada subtipo de HPV. A proteção depende da quantidade de anticorpos produzidos pela pessoa.

O QUE É HPV?O contágio pelo HPV (vírus do papiloma humano), em relações sexuais sem proteção, é um dos principais fatores desencadeantes da doença e de lesões - na pele ou mucosa - precursoras nos órgãos genitais masculino e feminino. Normalmente, elas têm crescimento limitado e regridem de forma espontânea. Existem mais de 200 subtipos diferentes de HPV, mas somente os de alto risco estão relacionados com cânceres. Embora as infecções clínicas mais comuns estejam nos órgãos genitais, estudos comprovaram que, embora de forma rara, os vírus podem ser encontrados na pele, laringe (cordas vocais) e no esôfago. Outro dado importante é com relação ao câncer do colo do útero. Apesar de o vírus HPV ser encontrado em cerca de 90% desse tipo de tumor, somente uma pequena parcela das mulheres infectadas desenvolverá o câncer. Estimativas apontam que esse número seja inferior a 10%.O uso da camisinha durante a relação sexual diminui a possibilidade de transmissão do HPV, mas não a evita totalmente. Por isso, a multiplicidade de parceiros aumenta o risco de contrair o vírus. Grande parte das infecções é assintomática e de caráter transitório, o que faz com que muitas pessoas não saibam que estão contaminadas. Quando surgem lesões ou verrugas, diversos tratamentos podem ser oferecidos, mas isso depende da avaliação médica. Até o momento, a medicina não dispõe de nenhum tratamento eficaz para o mal.
COMO É O TRATAMENTO? Estudos indicam que até 80% das mulheres, com vida sexual ativa, serão infectadas por algum tipo de HPV em determinado momento da vida. No Brasil, em especial, estima-se que cerca de 25% das mulheres estejam infectadas pelo vírus. Diante dessa realidade, os estudos que avaliaram a vacina foram conduzidos somente com mulheres que não estavam infectadas. Os médicos defendem que o medicamento seja aplicado antes do início da vida sexual.Para a imunização são necessárias três doses, sendo a segunda aplicada um mês após a primeira e a terceira, e última, ministrada seis meses depois da segunda. A aprovação do FDA é destinada a mulheres entre 9 e 26 anos de idade. Durante o acompanhamento não foram observados efeitos colaterais graves. "O que aconteceu foi o normal, uma dor leve no local da aplicação, dor de cabeça e febre ligeira. Ela é super segura", informa Bernadete.Para aprovar a vacina com essa indicação etária, o laboratório submeteu ao FDA estudos com meninas entre 10 e 15 anos de idade em comparação com adolescentes e jovens adultas entre 16 e 23 anos. Os resultados foram bastante semelhantes e motivaram o órgão norte-americano a estender a aprovação. Outro ponto importante relacionado à vacina diz respeito à mulher infectada. Os médicos informam que se a paciente estiver infectada somente com um tipo de HPV, vale a pena tomar a vacina para se proteger dos demais.
NO BRASIL: Além dos Estados Unidos, outro país que já aprovou o uso da vacina foi o México. No Brasil, a documentação já foi submetida à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a aprovação pode sair ainda neste mês. Isso não significa, no entanto, que a vacina estará disponível de imediato no Sistema Único de Saúde. Com um custo elevado - em torno de US$ 100 a dose - muitas negociações deverão ser feitas para que o produto seja disponibilizado de forma gratuita para a população. Já existe uma movimentação em torno dessa possibilidade, mas é necessário aguardar. "Haverá uma gestão para que ela seja disponibilizada. O governo não tem tantos recursos para custear no preço atual. O mesmo fato ocorreu quando lançaram a vacina para hepatite B, com o tempo ela ficou mais barata", avalia Lewi.
VACINA NÃO DESCARTA PREVENÇÃO: Esse tipo de vacina é um marco na prevenção de doenças sérias e que causam um trauma psicológico muito grande nas mulheres. Entretanto, não acaba com a necessidade de se prevenir com o uso da camisinha e de exames ginecológicos. "A prevenção deve continuar. Só que, uma vez instituída a aplicação da vacina, haverá queda de infecção de HPV e de lesões atribuídas ao vírus", informa Lewi. O mesmo alerta é dado pela ginecologista do Rio Grande do Sul. "A vacina previne contra quatro tipos. Embora sejam os mais freqüentes, ela não libera as mulheres do rastreamento clínico, pois existem outros tipos de HPV", orienta Bernadete.
SERVE PARA HOMENS? Inicialmente, a aprovação do FDA é destinada a mulheres. Estudos, porém, já estão em curso para avaliar a eficácia da vacina em homens. Segundo informou a ginecologista Bernadete Nonnenmacher, inicialmente serão acompanhados homens heteros e homossexuais. A intenção é verificar a performance do medicamento na prevenção de infecções no pênis e no ânus. A partir do próximo ano, os resultados destes estudos devem ser apresentados. "Eu mesma já estou vacinando alguns homens. Mas ainda estamos estudando os efeitos", informa Bernadete.


"Andar pelado pela casa, tomar banho de porta aberta, ouvir musica no volume máximo, começar a transar na cozinha e acabar no banheiro, depois de já ter passado pela sala e pelo quarto... tudo isso valia qualquer esforço.
Nunca pensei em casar nem ter filhos, mas aqui em casa tem tudo para dois. Cada detalhe minuciosamente pensado para que o todo contribua com o jogo da conquista. Para o jantar, panelas cromadas de aço inox. Na geladeira, vinho, champagne, e Absolut. No armário, taças de cristal Baccarat para água, vinhos branco e tinto e espumante. Para a mesa, sousplat e pratos quadrados de porcelana Herend. A iluminação a meia luz fica por conta de uma luminária de chão num canto da sala, e um abajour no outro. Para completar, um incenso e o piano. Mas depois de tantos detalhes, confesso que já não me lembro qual foi a última vez que precisei tocar uma musica até o fim, antes que a parte boa começasse...
Quando a “figurinha é repetida” fica tudo mais fácil. Jantar? Só se for depois de comer! ...dá uma fome! Mc Donalds está de bom tamanho. Nesse caso, a estratégia é outra. Marco aqui em casa logo depois do expediente:
-Sai do trabalho e vem direto pra cá!
Eu saio cinco minutos mais cedo. Quando a campainha toca, já estou sem camisa, com calça de sarja kaqui, chinelo e cabelo molhado.
- Nossa, já tomou banho? Que inveja.
O objetivo maior do banho era esse mesmo. Servir de estímulo para o comentário! Como quem não quer nada, mas com um jeitão sedutor, coloco a mão no queixo, dou uma piscada com o olho direito e esboço um sorriso cheio de malícia.
- Tem uma toalha branca limpinha no banheiro e sabonete liquido no box. Atrás da porta tem um roupão. Fica a vontade enquanto pego algo pra gente beber.
Fico esperando no quarto. Luz apagada. Home theater. TV de plasma. DVD da Sade. Cama super king. Lençóis brancos de algodão egípcio, 1000 fios. No criado mudo, balde com gelo. Champagne. Duas taças. Ao lado, óleo para massagem esquecido por ali estrategicamente.
-Não me diga que além de tudo, você também faz massagem?!
-Um homem interessante tem sempre boas surpresas para serem descobertas aos poucos...
Nem precisa ter muita imaginação para saber o que vem depois.
E há quem insista que casamento ainda está na moda. Não tiro a razão de ninguém. Tem gosto pra tudo. Para quem gosta de papai e mamãe, homem suado, futebol como os amigos, cerveja em copo de requeijão, comida requentada no microondas em vasilha de plástico ganhada em chá de panela, juro que na hora H eu digo:
-Aceito!
Em tempos de crise, vale até casamento para economizar uma boa grana!"



Parabéns Ricardo Campos, sua crônica ficou ótima.

O filme do mesmo diretor de "Alexandre", que por sinal nao teve uma aceitação positiva como esperado pelo público mundial, fez sucesso nas bilheterias americanas esse final de semana. "WORLD TRADE CENTER" de Oliver Stone relata com fatos reais os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001. Desde sua estréia na quarta-feira, o filme já faturou 26 milhões de dólares, esperando alcançar um lucro significativo, já que seu custo foi de 80 milhões de dólares.A produção estrelada por Colin Farrell, Angelina Jolie e Val Kilmer custou US$ 200 milhões, mas arrecadou apenas US$ 35 milhões na América do Norte (mais US$ 133 milhões no resto do mundo). Aqui no Brasil o filme já entrará em cartaz, vale a pena conferir!!!!!!!